Semana Nacional de Controle e Combate à leishmaniose mobilizam os profissionais de saúde em Tocantínia

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Endemias iniciou na segunda-feira (05), ações de combate e controle à leishmaniose, com distribuição de panfletos informativos de prevenção para os moradores, palestra na Escola Municipal de Tempo Integral Antônio Benvindo da Luz. Realizou coleta de sangue de cães em domicílio para teste rápido e exame de laboratório para diagnosticar a doença.

Em palestra, a Médica Veterinária Drª. Dillana Leite Borges, explicou para aos alunos, o que é leishmaniose, os sintomas, o tratamento e as causas. E orientou sobre os cuidados que devem ser tomado com o mosquito palha, o principal transmissor da doença, para evitar a infestação e transmissão de leishmaniose dos animais para humano.

Para o coordenador do Setor de Endemias, Antônio Pereira de Oliveira, a informação é fundamental para evitar casos da doença e na próxima sexta-feira (09), a secretaria realizará a Caminhada de Conscientização e Combate á leishmaniose. A saída será da Unidade Básica de Saúde, localizada na Vila Jacó até o Centro da cidade.

A Secretária Municipal de Saúde, Maria Zenite Cardoso, destaca a importância do trabalho dos profissionais, mas ressalta que a colaboração dos moradores é essencial para que não haja a proliferação do mosquito palha, transmissor da doença, para isso é preciso que todos mantenham os quintais limpos.

Sobre a leishmaniose

A leishmaniose é uma doença transmitida por insetos hematófagos (que se alimentam de sangue), conhecido como mosquito palha, vive em ambientes escuros e úmidos, local onde existem muitas plantas. Os principais hospedeiros da doença são amimais mamíferos silvestres. Mas cão doméstico também pode ser o hospedeiro.

MG3169
MG3164
MG3157
MG3272
MG3259
MG3256
MG3249
MG3255
MG3206
MG3236
MG3203
MG3176


Imprimir   Email